Home Raças Whippet
Cuidados com o Whippet PDF Imprimir E-mail

Os Whippets adoram correr e precisam se exercitar. Podem ser treinados para pegar frisbees e se saem muito bem. São perfeitos para apartamentos, desde que saiam regularmente para caminhadas e uma boa corrida pelo menos uma vez por semana. Levá-los para passear não dá trabalho, pois não possuem grande reserva de energia. Após alguns minutos de passeio e exercício, estão prontos para se recostarem no sofá e tirarem uma boa soneca pelo restante do dia.

Os filhotes são bem mais agitados e adoram correr. Também é comum nesta fase encontrar donos que se queixam de que o filhote é um destruidor de móveis e sapatos, felizmente isso passa quando eles crescem. Para evitar problemas durante a infância o ideal é dar muita atenção ao pequeno, muitos brinquedinhos, exercício e uma área livre de encrencas para quando o dono estiver fora de casa. Este trabalho e dedicação serão certamente recompensados no futuro.

Outro cuidado é não incentivar o filhote a comer comida caseira, já que a raça possuiu uma tendência natural a se tornar um gourmet extra exigente, deixando facilmente a ração de lado. Um outro aspecto a salientar é que é praticamente impossível fazer com que um Whippet fique fora dos sofás e das camas. Eles simplesmente adoram o conforto e lugares macios, especialmente quando estão ao lado de seu tão amado dono.

Como não possuem gordura extra em seus corpos, os Whippets são sensíveis a certos medicamentos e anestésicos. Convém verificar se o seu veterinário tem conhecimento desta característica da raça ou mesmo avisá-lo por precaução antes de uma prescrição médica.

Além da falta de gordura, os Whippets possuem o pêlo curto, o que os deixa vulneráveis a temperaturas extremas, especialmente o frio. Devem dormir dentro de casa, não sendo deixados ao relento, principalmente no inverno, roupas para cães são acessórios indicados para protegê-los do frio nesta estação. Reserve uma área quente e seca para eles, uma casinha de cachorro ou uma poltrona confortável.

Convém ressaltar que, apesar dos cuidados descritos acima, os Whippets são muito fortes e resistentes e não estão sujeitos a nenhum dos problemas comuns a outras raças, como displasia, problemas de coluna, doenças de pele e etc.

Os Whippets soltam muito pouco pêlo, fato este que não anula a escovação semanal, pois ela é sempre necessária.

Um Whippet nunca deve ser deixado fora da guia no passeio, pois se distrai facilmente com certos barulhos que podem significar algum roedor à vista, ou mesmo um animal do outro lado da rua pode chamar a sua atenção o suficiente para fazê-lo correr em disparada. Aliás, qualquer um que decida treinar um Whippet deve ter paciência quanto a este detalhe.

Os exercícios de treinamento devem ser feitos de maneira delicada para não o intimidar, sendo realizados à base de reforço positivo, com carinho e petiscos como recompensa. Afetuoso, doce e carinhoso, este cão é sensível a broncas muito duras. Possui certa tendência a ser tímido, o que pode piorar ainda mais se for tratado de maneira brusca.

O mais importante para se ter um Whippet é amá-lo e desfrutar de sua companhia. Ele prosperará, sendo criado com carinho e atenção e retornará esses mesmos sentimentos ao dono.

 
  • Parceiros
  • Parceiros
  • Parceiros
  • Parceiros
  • Parceiros
  • Parceiros
  • Parceiros
  • Parceiros
  • Parceiros